2020 deve ser positivo para MPEs do setor de serviços

Quero prosperar como MEI

Artigo - 10 de fevereiro de 2020

Por Sebrae-SP  | Economia, negócios, Serviços

As MPEs que atuam no setor de serviços devem se preparar para atender a um aquecimento da demanda em 2020. É o que aponta o estudo do Sebrae “Negócios Promissores em 2020”, feito a partir do cruzamento e análise de um conjunto de dados do FMI, Banco Central e Ministério da Economia.

  • Preencha o formulário no final do texto para ter acesso ao e-book sobre “O que você precisa saber para abrir um novo negócio”

De acordo com o estudo, no geral, as MPE do país que atendem ao mercado interno devem ser favorecidas, por conta das projeções de crescimento de 2,5% do PIB e da safra agrícola recorde, especialmente os negócios voltados ao atendimento das necessidades básicas da população, ao segmento da construção, bem como os pequenos negócios que atuam no setor do agronegócio.

Entre os prestadores de serviços, o cenário é positivo especialmente para as áreas de serviços pessoais, serviços prestados às empresas, na área da saúde, educação e transporte. Nos segmentos que atendem às necessidades básicas da população, continuam em alta as empresas que atuam no comércio de alimentos e de alimentação fora do lar (restaurantes e marmitas).

Já na construção civil, as MPEs de edificações, manutenção, comércio de material de construção e serviços especializados têm boas perspectivas de crescimento. Por fim, no segmento do agronegócio, o Sebrae aponta a possibilidade de um bom ano para os pequenos produtores rurais que atuam no comércio de cidades próximas às áreas de intensa produção agropecuária e no setor de máquinas e equipamentos.

Confira as áreas mais promissoras para as MPEs em 2020

• Serviços pessoais (cabeleireiro, manicure, estética e beleza)
• Serviços prestados às empresas (administração, vendas, jurídicos e organização de feiras)
• Saúde, educação e transporte (cuidadores, clínicas, ensino superior, treinamento e transporte carga/passageiro)
• Informática e comunicação (serviços de internet, desenvolvimento de programas, reparação de equipamentos de comunicação)
• Bens e serviços voltados para o atendimento das necessidades básicas da população (comércio de alimentos, serviços de pratos prontos)
• Construção (manutenção/reparação de moradias, edificações, comércio de material de construção e serviços especializados)
• Produtores rurais (p.ex. milho, soja e algodão) e atividades de apoio à agropecuária
• Pequeno comércio do interior, próximo às grandes áreas produtoras da agropecuária
• MPEs que exportam para os EUA e Leste

Receba conteúdo exclusivo sobre "O que você precisa saber para abrir um novo negócio" cadastrando-se aqui:

Captcha obrigatório