Ao melhorar a gestão de seu negócio de espetinhos, empreendedor aumenta ganhos

Quero controlar meu dinheiro

Artigo - 16 de outubro de 2020

Por Sebrae-SP  | Faturamento, Gestão, Gestão Financeira

Felipe Araujo começou com um carrinho e tem planos de franquear empresa:

Felipe Araujo teve um começo complicado em seu negócio antes de ter um bom faturamento. No ramo de alimentação desde 2010, ele largou o emprego de açougueiro para seguir com algo em que acreditava. Com apoio da mãe e da esposa, fez um acordo onde trabalhava, pegou sua rescisão salarial e decidiu investir no seu próprio empreendimento. Araujo lembra o duro começo com seu carrinho de espetinhos. “No começo éramos eu, minha mãe e minha esposa. Com os negócios caminhando, depois de um ano comprei um carrinho maior. Daí em diante fomos só crescendo. Do carrinho fomos para uma tenda e da tenda – em 2016 – decidimos alugar um espaço para aumentar a clientela e os ganhos”, relembra Araujo.

Mas com crescimento da empresa veio a perda do controle das contas e da administração da Espetinhos Felipe. Toda a movimentação financeira era anotada em um caderno e a gestão de funcionários estava uma bagunça. Foi quando Felipe decidiu procurar ajuda em uma unidade móvel do Sebrae-SP. “Havia uma van parada em frente ao Poupatempo, no Jardim Miram. Ali tive meu primeiro contato com os cursos e consultores”, conta.

A consultora do Sebrae-SP Helena Costa recorda que o empreendedor chegou perdido e sem controle do seu negócio. Ela conta que indicou ao empresário dois cursos fundamentais para que ele e sua espetaria alcançassem outro patamar.

“Ele nos procurou mais ou menos em abril do ano passado. Quando chegou aqui, sua espetaria estava em crescimento, mas com muitas falhas de gestão. Nesse período, ele estava sem o controle financeiro da empresa. Seu negócio não contava com um sistema de gestão de contas, gastos e faturamento e o pouco controle que tinha era anotando em um caderno. Além disso, a gestão de pessoas do negócio estava bem desorganizada”, afirma. Segundo Helena, a indicação foi que Araujo participasse do projeto de Alimentação Fora do Lar e do Sebraetec.

Helena também relata que antes da pandemia, Araujo não havia adotado o delivery em seu negócio. “Fator primordial foi a implementação do sistema de entregas. Quando a pandemia chegou, ele se viu obrigado a aderir a esse modelo. Depois disso, Araujo teve um aumento de 40% no faturamento”, completa Helena.

Além de todas essas mudanças, Felipe colocou seu empreendimento no mercado digital. O empresário conta que montou um plano ousado para atrair mais clientes e vender mais pela internet. “Com o pessoal do Sebrae-SP, tivemos a ideia de levar a espetaria para as redes socias.

Criamos uma conta no Instagram e convidamos influenciadores digitais para divulgar o negócio. Hoje, quem quiser fazer um pedido, é só clicar no link que fica na biografia do Instagram e em alguns minutos o pedido está feito.”

Com o delivery e a organização da espetaria, Felipe chegou a um lucro de R$ 125 mil em agosto. Ele se diz agradecido por tudo o que aprendeu com o Sebrae-SP e agora faz planos de longo prazo. Seu próximo passo é transformar seu negócio em uma franquia e levar para outras localidades do Estado. “Hoje minha vontade é montar uma franquia e daqui a dois anos começar a venda delas. Penso também em centralizar o delivery em apenas um local, para facilitar a logística e organização do negócio”, conclui.

PROGRAMAS DO SEBRAE-SP

ALIMENTAÇÃO FORA DO LAR

O Alimentação Fora do Lar é um programa que explora diversos aspectos que envolvem o setor. Os escritórios regionais do Sebrae-SP formam grupos de empresários para participarem de cursos, palestras para melhorarem a gestão, adotarem boas práticas e melhorar o desempenho da empresa.

SEBRAETEC

Com o Sebraetec, as pequenas empresas têm à disposição um extenso portfólio de consultorias tecnológicas individuais que ajudam a aumentar a competitividade, com maior produtividade, faturamento, redução de custos, consolidação e ampliação de mercado. Para informações acesse: https://www.sebrae.com.br/ ou ligue: 0800 570 0800

Saiba como avaliar a organização do seu negócio

Captcha obrigatório