Como controlar as finanças MEI com 5 hábitos saudáveis

Quero prosperar como MEI

Artigo - 8 de novembro de 2021

Por Sebrae-SP  | finanças MEI, fluxo de caixa MEI, planejamento financeiro

Atendimento ao cliente, compras, vendas, gestão financeira… Quem empreende uma microempresa individual acaba exercendo essas e muitas outras funções por conta própria. Isso quer dizer que a responsabilidade de fazer um controle financeiro eficiente, que preveja cenários futuros e crie estratégias de crescimento, também fica nas costas do MEI.

Mas como acumular tantas responsabilidades juntas sem perder o essencial de vista? Existem alguns hábitos saudáveis que podem ser adotados por quem busca equilíbrio nas finanças MEI, mas ainda não sabe por onde começar. Descubra quais são eles no artigo a seguir.

Finanças MEI: hábitos saudáveis para manter o equilíbrio

A sobrecarga de funções da microempresa individual é sim uma realidade, porém nem sempre precisa ser assustadora. Existem algumas práticas, ferramentas e processos que, quando incorporados ao dia a dia do negócio, tornam as finanças MEI mais eficientes, o que contribui para uma análise da saúde atual e do crescimento da empresa.

Confira os 5 hábitos saudáveis que favorecem a gestão financeira da sua empresa.

1-

Lembre-se do bom e velho planejamento financeiro

O planejamento financeiro é a primeira etapa da gestão de finanças MEI. Por meio desse agrupamento de informações, o empreendedor consegue ter uma ideia mais precisa de todos os custos e despesas fixas e variáveis, assim como da média de faturamento, lucro, investimentos, entre outros.

Além disso, tendo uma visão mais ampla das finanças da empresa, é possível fazer previsões futuras para evitar situações inesperadas ou até mesmo momentos de baixo faturamento ou sazonalidade.

É durante o planejamento financeiro, também, que as metas são definidas. Com um objetivo preciso, como “pagar as parcelas do empréstimo em 3 anos” ou “aumentar o lucro da empresa em 10% até o final do ano”, é possível analisar os dados atuais para criar o plano de ação que vai permitir a conquista da meta.    

Mais vantagens do planejamento financeiro 

  • aumentar a facilidade na hora de acessar as informações financeiras; 
  • tomar decisões e criar estratégias baseadas em dados reais e atualizados;
  • olhar para o futuro e ter uma ideia se suas metas e objetivos são possíveis e em quanto tempo podem ser realizados;
  • perceber o que está errado para corrigir o erro e melhorar o desempenho; 
  • conseguir agir rápido sempre que imprevistos acontecerem, entre outros.


    2. Aprenda a analisar os indicadores financeiros

Existem vários indicadores financeiros que dão uma ideia bastante eficiente de como está a saúde financeira da empresa. É possível calcular o Ponto de Equilíbrio do seu negócio para saber se você está tendo lucro ou prejuízo, ou então calcular os preços de seus produtos e serviços para ver se eles estão de acordo com os praticados pelo mercado.

Outra ferramenta fundamental para manter as finanças MEI equilibradas é o capital de giro. Por meio de cálculos simples, você consegue saber quanto dinheiro é necessário manter em caixa para cobrir as principais eventualidades e evitar a inadimplência.      

Aqui no site do Sebrae nós temos uma série de artigos que podem ser úteis para você que quer melhorar a eficiência das suas finanças MEI.

 

3. Dê a atenção que o fluxo de caixa merece 

Ao contrário do que todo mundo pensa, o fluxo de caixa não é um bicho de sete cabeças. Na verdade, fluxo de caixa é apenas uma planilha onde você insere todas as informações sobre as entradas e saídas de dinheiro. A partir disso, você pode ter uma ideia de quanto dinheiro entra todos os dias ou em determinado período, qual o valor dos pagamentos a prazo e quando esse dinheiro vai cair, quando é a data de pagamento de fornecedores, quais custos estão altos demais e como reduzi-los, entre outros.

Ah, e você também pode usar as informações dos meses (ou até anos) anteriores para saber como vai ser o futuro e tomar algumas decisões. Abril é um mês de baixo faturamento? Que tal criar uma promoção para melhorar as vendas? 

Mas lembre-se, assim como o planejamento financeiro, o fluxo de caixa precisa ser alimentado constantemente para realmente ser eficiente.

 

4. Nunca misture as finanças da empresa com seu dinheiro pessoal

Esse é um dos erros mais comuns da gestão financeira, principalmente para os MEIs, que muitas vezes não precisam pagar o salário de outro funcionário, apenas o próprio. Quando você define um valor de salário mensal, consegue dividir o que é seu e o que é da empresa, e fica muito mais fácil controlar as despesas separadamente. Outra dica bem importante é criar uma conta CNPJ para sua empresa. Ou seja, o que é seu fica na sua conta pessoal, e tudo o que é da empresa fica na conta dela.

 

5. Mantenha-se no presente pensando no futuro   

Nem todo mundo que começa um novo negócio como microempreendedor individual permanece nesse formato para sempre, não é? Com o tempo e uma boa gestão, as empresas acabam crescendo e se tornando mais fortes no mercado. Por isso mesmo, manter-se no presente pensando no futuro é um importante hábito de finanças MEI. 

Tudo começa com a elaboração do planejamento financeiro. Dessa forma, é possível analisar os ganhos atuais da empresa e pensar nos próximos planos de ação que poderão levar seu negócio mais longe. 

Você pensa em aproveitar os benefícios da tecnologia para investir em um maquinário novo e deixar seu trabalho mais rápido e produtivo? Ou quer fazer parceria com um especialista em redes sociais e dar mais qualidade e autenticidade aos perfis da sua empresa?  

Não importa a estratégia, as ações que você cria para melhorar os resultados da sua empresa têm um custo. São as análises a partir das informações reais que fazem parte do planejamento financeiro e do fluxo de caixa que vão mostrar para você se suas metas e objetivos são possíveis e em quanto tempo você poderá realizá-los.

Pronto, esses foram os 5 hábitos saudáveis que podem ajudar você a conquistar o tão sonhado equilíbrio financeiro (e quem sabe o crescimento e sucesso da sua empresa no futuro, não é?). Agora, para deixar esse aprendizado mais eficiente, clique aqui para baixar a Planilha de Finanças MEI e deixar sua gestão financeira ainda melhor!