Como precificar produtos e serviços

Quero abrir minha empresa

Artigo - 7 de abril de 2021

Por Sebrae-SP  | Planejamento, Precificação

Depois de escolher um ramo para atuar e definir as primeiras metas do seu negócio, você precisará descobrir quanto cobrar por seus produtos ou serviços. Essa informação será essencial para entender quais são as expectativas de caixa, capital de giro e lucratividade da empresa. Descubra como precificar produtos e serviços.

O que afeta o preço?

Encontrar um valor para precificar produtos e serviços não é uma tarefa. Para isso, será preciso encontrar algo que seja ao mesmo tempo justo para seus valores de produção, gere uma margem de lucra e que seja competitivo com o que o mercado cobra. Por isso será necessário fazer muita pesquisa nesse projeto. Alguns fatores para se levar em consideração nessa busca são:

  • Em termos de custos de produção – lembre-se de adicionar também valores que podem não estar tão claros de início, como uma parte das despesas do ambiente utilizado na produção e os possíveis impostos que a venda poderá gerar quando chegar ao consumidor final.
  • Em termos de concorrência – procure consumir e fazer uma avaliação do preço e qualidade do que é oferecido por outras empresas do mercado. Caso seu produto tenha algum diferencial de destaque, pode valer a pena subir um pouco o preço por isso.
  • Em termos de cliente – analise também quanto o consumidor costumar pagar por esse produto/serviço, tente traçar um perfil do seu público, levando em consideração quanto essa compra cabe no bolso do cliente.

Dica – pense nesse valor com uma margem que você pode conceder algum tipo de desconto em momentos especiais ou determinadas situações de compras.

Definindo o preço na prática

Depois de fazer todas essas análises, é chegada a hora de realizar o cálculo de como precificar produtos e serviços na prática. Para facilitar esse processo, siga esse exemplo para saber como chegar mais próximo possível desse valor:

  1. Vamos supor que você consiga produzir 100 brigadeiros por mês e que o preço para faze-los seja R$ 30.
  2. Agora adicione também o valor de outras despesas como luz e gás para a produção. Como parte desse cenário, vamos usar o preço de R$ 200
  3. Agora é hora de definir quanto você deseja de lucro pelos brigadeiros, dessa forma, vamos definir que a busca seja por R$ 100.
  4. Somando esses dados, é possível chegar a um valor de R$ 330, que seria o faturamento mensal que você precisaria ter.
  5. Pensando nisso, ao dividirmos por 100 brigadeiros, cada um deverá custa R$ 3,30.

R$ 30 + R$ 200 + R$ 100 = R$330

R$ 330 / 100 brigadeiros = R$3,30

Gerenciando bem os negócios

O Governo de SP, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, e o Sebrae-SP oferecerão 400 mil vagas de qualificação gratuita durante todo este ano pelo programa Empreenda Rápido, com o objetivo de melhorar a produtividade e a competitividade das empresas.

Além dos cursos técnicos em diferentes áreas, o programa Empreenda Rápido também oferece aulas para empreendedores que desejam melhorar a gestão de suas empresas. As inscrições já estão abertas, para os interessados, o cadastro pode ser feito pelo site www.empreendarapido.sp.gov.br, pelo telefone 0800 570 0800 ou buscar informações nos escritórios regionais do Sebrae-SP e postos do Sebrae em todo o Estado.

Descubra como definir o capital de giro em sua empresa

Captcha obrigatório