Coronavírus: orientações para a indústria

Quero ser um empreendedor melhor

Artigo - 25 de março de 2020

Por Sebrae-SP  | Coronavírus, Indústria

O setor industrial é um dos poucos que ainda estão em atividade em meio a crise do coronavírus. Mas ainda assim, a indústria também sofre os impactos causados pela pandemia e a ordem de quarentena, já que faz parte da cadeia produtiva. Por isso, o Sebrae-SP preparou algumas orientações para as pequenas indústrias sobre o que pode ser feito para minimizar os impactos da crise nos negócios.

O Sebrae-SP está realizando transmissões ao vivo diariamente às 17h com seus consultores via Facebook  para tirar as dúvidas dos empreendedores de diferentes segmentos, entre eles alimentação, varejo, MEI, beleza entre outros.

DICAS GERAIS

1. NÃO BRINQUE
As orientações e diretrizes básicas determinadas pelos órgãos responsáveis são fundamentais para entendermos o problema. Entenda e se sensibilize! Estamos todos no mesmo barco.

2. INFORME-SE
Várias frentes de seu negócio certamente serão afetadas. Na cadeia toda, fornecedores, parceiros, terceiros diretos e indiretos, colaboradores e, principalmente, clientes estão vivendo a mesma situação em maior ou menor proporção que você. Ao entender a “dor” dos outros estamos nos preparando para resolver as nossas.

3. PLANEJE
O cenário é atípico, então como podemos fazer diferente? Lembre-se, não existimos para produzir, vender produtos e/ou prestar serviços. Existimos para atender às necessidades dos clientes. Se o Plano A está falhando, ainda mais nesse contexto, pense no Plano B. Não se desespere, planejar é entender a situação de momento e criar opções ou alternativas para continuar o percurso.

4. EXECUTE
Não espere o amanhã, o momento exige mais! Não existe “bola mágica”, não levantamos de manhã para gerir o que está certo; levantamos de manhã para administrar o que está errado, para fazer ficar certo. Mão na massa, se vira nos 30, mas faça acontecer.

5. APRENDA
Faça do limão uma limonada. A rotina do dia a dia muitas vezes nos leva a tocar nosso negócio com “falhas” – e o pior é que nos acostumamos a isso. Esse é o momento de aprimorarmos nossos processos internos e externos e nossa relação com fornecedores e clientes.

PARA AS EMPRESAS
• Renegociar os compromissos vigentes e futuros junto a fornecedores, parceiros, prestadores de serviços diretos (linha produtiva), indiretos (suporte) e, principalmente, clientes.

• Estabelecer junto aos órgãos de classe (patronal e funcional) ou aplicar rapidamente (se já acordadas e homologadas) regras que permitam a flexibilização do quadro funcional direto e indireto no que diz respeito a home office, banco de horas, férias coletivas, antecipação de férias, entre outros.

• Redimensionar, se necessário, o número de colaboradores diretos/indiretos à necessidade de produção de forma a equilibrar a saúde financeira de curto prazo. Mais importante do que qualquer compromisso comercial é a segurança da peça-chave de sua máquina, ou seja, seu colaborador.

• Chame para si e para sua empresa a responsabilidade social de educar, alertar e sensibilizar para a gravidade do momento. Dê o exemplo, você pode e deve fazer a diferença.

• Mantenha os locais de trabalho arejados, com janelas abertas, evitando o confinamento do ar.

• Intensifique a higienização de maçanetas, corrimãos, pias e demais superfícies de contato frequente. Importante usar água e sabão, álcool a 70% ou algum produto de limpeza adequado para a desinfecção.

• Reforce a orientação para que os EPIs, ferramentas e equipamentos sejam higienizados frequentemente.

• Combata a desinformação. O Ministério da Saúde mantém atualizado site em que esclarece boatos e fake News (coronavirus.saude.gov.br) e WhatsApp (61 99289 4640).

• Estimule sua equipe a se vacinar contra sarampo e gripe comum, cuja campanha iniciou-se em 23 de março.

Confira a live completa sobre o tema:

Seu negócio em tempos de Coronavírus – Indústria

Fornecedores, parceiros, terceiros diretos e indiretos, colaboradores e clientes – toda a cadeia do segmento industrial será afetada pela pandemia da COVID-19. Mas, nesse cenário o que é possível fazer diferente para minimizar os efeitos da crise? Veja algumas dicas na cartilha, que você pode baixar GRATUITAMENTE, neste link: https://sebrae.contatosebraesp.com.br/C19_ind. E, acompanhe a LIVE SEBRAE-SP sobre o tema. Quando? No dia 25/3, às 17h. Onde? Na página do Sebrae-SP no Facebook.

Publicado por Sebrae SP em Quarta-feira, 25 de março de 2020

 

Receba conteúdo exclusivo sobre como inovar nas PMEs cadastrando-se aqui:

Captcha obrigatório