Crédito para ME e EPP: 3 linhas exclusivas para seu negócio

Quero prosperar como MEI

Artigo - 22 de julho de 2022

Por Sebrae-SP  | acesso ao crédito, Crédito, crédito para me e epp

O ano de 2021 trouxe consigo mais um recorde na abertura de micro e pequenas empresas, foram quase 700 mil novas MEs e 122 mil novas EPPs. Este é mais um sinal de que, apesar das dificuldades vividas nos últimos anos, o empreendedorismo ainda faz parte do sonho de grande parte dos brasileiros e contribui para o desenvolvimento econômico do país e para a geração de novos empregos.

Mas abrir uma nova empresa é bem diferente de mantê-la saudável e competitiva. Para que o negócio se mantenha ativo, é necessário planejamento e, muitas vezes, um volume de dinheiro superior ao que entra no fluxo de caixa todos os meses. 

Diante de dificuldades financeiras, as tomadas de decisão precisam ser bem calculadas. Muitos empreendedores acabam buscando sócios e fazendo parcerias com outras empresas para acelerar resultados ou viabilizar estratégias, sem nem considerar o crédito para ME e EPP.   

Neste artigo, vamos explicar para donos e donas de micro e pequenas empresas quais são as linhas de crédito disponíveis atualmente e como saber qual é a melhor opção para o seu negócio. 

Como saber se chegou a hora de solicitar crédito para ME e EPP? 

Empréstimos e financiamentos ainda são um grande tabu na sociedade brasileira. Não é para menos. A decisão de buscar crédito no mercado sem uma pesquisa prévia e um planejamento bem-feito pode aumentar ainda mais os problemas financeiros, causando graves prejuízos, como a venda de maquinário para quitar dívidas, demissão de funcionários, atraso no pagamento de salários e de fornecedores [link BP 6 job 10.1 – x dicas para negociar com os fornecedores e obter melhores preços/condições] ou até mesmo falências. 

Se seu negócio precisa de mais dinheiro para viabilizar novas ideias, investir em tecnologia ou apenas para pagar as contas em dia e garantir um respiro financeiro até as vendas melhorarem, com certeza existe uma linha de crédito para ME e EPP que equilibre suas necessidades.

O primeiro passo ao identificar uma necessidade de crédito é avaliar se você precisa de financiamento ou empréstimo.[link ebook job 1.5].  Você sabe qual é a diferença entre eles? Vamos conferir!

Os financiamentos são direcionados a uma ação específica, como a aquisição de um novo espaço para a empresa, a atualização do mix de produtos, a compra de máquinas mais modernas, entre outros.

o empréstimo nem sempre tem um objetivo predefinido, já que ele pode ser usado para diversas finalidades. Nesse caso, é o valor do crédito e um planejamento financeiro de longo prazo que vão aumentar ou diminuir as burocracias envolvidas no processo. Afinal, as instituições financeiras precisam confiar que você será capaz de pagar as parcelas nas datas certas.

Independentemente da finalidade do crédito para ME e EPP, é necessário garantir que o valor mensal será honrado, e a melhor alternativa é optar por mais parcelas de menor valor, mesmo que demore vários anos até a quitação. 

Para entender mais sobre o que considerar antes de buscar crédito no mercado, clique aqui para baixar o e-book Pré-crédito: O que analisar antes de buscar crédito no mercado? [link job 01.2] 

Escolha a linha de crédito para ME e EPP certa para o seu negócio 

Existem inúmeras linhas de crédito disponíveis no mercado. Quando o empreendedor conhece suas dificuldades e sabe qual o valor necessário a ser solicitado, fica muito mais fácil ir atrás da opção que pode potencializar o negócio. 

Se você empreende uma micro ou pequena empresa, vale a pena considerar as seguintes linhas de crédito.

Crédito para capital de giro

Muitas vezes, o faturamento mensal não é suficiente para cobrir os gastos básicos, como salários, compras, aluguel, etc. Nos primeiros meses, é bem provável que o capital de giro seja suficiente para saldar essas despesas, mas quando as vendas ficam baixas por muitos meses seguidos, é necessário buscar um dinheiro extra até que a situação se equilibre novamente.

O crédito para capital de giro é uma opção rápida e menos burocrática. Além disso, é oferecida tanto por fintechs, como a BizCapital, quanto por instituições tradicionais, como o Banco do Brasil e a Caixa. É claro que cada uma tem suas condições específicas, mas, em geral, as taxas de juros são baixas e as parcelas podem ser quitadas entre 12 e 60 meses.

Entre em contato com cada instituição financeira para definir qual das opções é a melhor para a sua empresa.

Antecipação de recebíveis

Em certos momentos, você identifica a necessidade de dinheiro imediato, sabe que vai recebê-lo em breve, mas ainda não o tem em caixa. O crédito para antecipação de recebíveis é perfeito para essa situação, já que o empreendedor solicita o valor que está para receber, garantindo que as parcelas serão quitadas em breve. 

Entre as instituições financeiras que oferecem essa modalidade de crédito, estão as próprias operadoras de cartão de crédito, que podem adiantar o valor das vendas parceladas, assim como fintechs e cooperativas de crédito, como a Sicredi.

Vale lembrar que, apesar de esta ser uma boa solução imediata e da facilidade em consegui-la, a antecipação de recebíveis precisa ser usada apenas em situações emergenciais. Como qualquer outra modalidade de crédito, quando usada sem o planejamento necessário, pode piorar ainda mais a situação financeira da empresa.

BNDES Crédito Pequenas Empresas 

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) é a instituição governamental responsável por financiar as empresas do Brasil. Para ajudar microempresas e empresas de pequeno porte a se desenvolverem, o BNDES oferece crédito especial para quem possui faturamento anual de até 90 milhões. 

Atualmente, existe uma lista de cerca de 65 instituições financeiras que oferecem esse tipo de crédito com subsídio completo do BNDES. Você pode conferir cada uma delas no próprio site do banco

O crédito para ME e EPP pode ser usado tanto para financiamento como para empréstimo e tem um prazo de 1 a 5 anos para ser quitado. Quem opta por esse tipo de crédito pode utilizá-lo de qualquer forma, compreendendo desde novos projetos até quitação de dívidas. 

Essas foram as três linhas de crédito que têm ajudado donos de microempresas e empresas de pequeno porte ao redor do Brasil a desenvolverem seus negócios e a se manterem mais competitivos no mercado. 

Para quem está começando uma empresa agora e ainda não tem um volume de vendas expressivo que equilibre o fluxo de caixa, as licitações são ótimas opções para vender seus produtos e serviços e aumentar o faturamento do negócio, evitando a necessidade de buscar crédito no mercado.

É claro que essa opção não é exclusiva para novos empresários e contempla todos os tipos de produtos e serviços e todos os segmentos de mercado. Para saber mais, baixe o e-book Licitação: você está pronto para vender para o governo? e tenha o Brasil como cliente da sua empresa! [link job 10.3]