Empreenda Rápido amplia acesso a crédito com planejamento

Quero controlar meu dinheiro

Artigo - 23 de dezembro de 2020

Por Sebrae-SP  | Crédito, Empreenda Rápido

Por meio do programa, cerca de 3 mil pequenos negócios paulistas acessaram R$ 50 milhões em crédito entre os meses de julho e outubro

Quando a pandemia da Covid-19 chegou ao Brasil, em março, a cabeleireira Marlete Alves se viu obrigada a fechar as portas do seu salão, GG Cabeleireiros, por alguns meses até que a cidade de São Paulo permitisse a reabertura gradual. Também na Capital, a chef de cozinha Ariana Lenti trabalhava com eventos, mas precisou reinventar sua empresa, a Dasturca, e passou a preparar marmitas. Já Nanci Muniz viu os hóspedes da sua Pousada do Pescador, em Juquiá, no Vale do Ribeira, sumirem em meio às medidas sanitárias.

Em comum, as três empresárias sentiram no bolso a queda de faturamento gerada pela crise, mas encontraram no crédito orientado para micro e pequenas empresas o incentivo necessário para, com capacitação e foco nas soluções, dar a volta por cima para seguirem competitivas neste novo mercado pós-pandemia.

Pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a Fundação Getúlio Vargas revelou que, em setembro, houve uma melhora no acesso ao crédito por parte dos pequenos negócios. De acordo com o levantamento, entre as micro e pequenas empresas que buscaram empréstimos, 31% tiveram o pedido aprovado pelas instituições financeiras.

Esse é o melhor resultado para a série iniciada em março e está nove pontos percentuais acima do indicador obtido na pesquisa feita em agosto. O crédito para esses pequenos negócios é resultado do programa Empreenda Rápido, uma parceria entre o Sebrae-SP e o governo de São Paulo, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Criado com a proposta de ajudar empreendedores que precisam melhora a produtividade de suas empresas, especialmente durante a pandemia do coronavírus, o Empreenda Rápido oferece diversos serviços digitais, reunindo capacitação em gestão e acesso à crédito orientado.

Somente entre os meses de julho e outubro de 2020, o programa já liberou aproximadamente R$ 50 milhões em crédito para cerca de três mil pequenos negócios no Estado, com taxas que variam de zero a 0,35% ao mês.

Para o diretor-superintendente do Sebrae-SP, Wilson Poit, o principal desafio dos empreendedores hoje é fazer com que a sua empresa seja competitiva no atual cenário. “É nesse momento em que o empre- endedor precisa de apoio que o Empreenda Rápido chega para ajudar por meio de capacitações e acesso facilitado e mais barato ao crédito”, destaca.

“No entanto, mais do que acesso ao dinheiro, estamos oferecendo conhecimento e educação financeira para que o crédito não se perca em meio às contas do dia a dia, e sim que seja capaz de construir algo com planejamento e foco nos resultados”, completa.

DE CARA NOVA

Desde 2001 à frente do GG Cabe- leireiros, Marlete Alves aproveitou o Empreenda Rápido para se capacitar em gestão e conseguir o crédito necessário para as reformas previstas no salão, preparando-se para a retorno das atividades.

Com R$ 20,7 mil, a empreendedora comprou computador e celular para fazer atendimento aos clientes, trouxe cadeiras novas, instalou ar-condicionado, renovou a pintura das paredes e reformou o banheiro, além de adquirir insumos básicos, como luvas, esmaltes, tinturas e secadores novos.

“A crise prejudicou demais o nosso faturamento, mas o crédito nos ajudou muito, ainda mais com a taxa de juros baixa. Eu estava desesperada, pois empréstimo em banco normal é muito alto e não valia a pena. Com esse programa eu consegui”, diz.

Na Pousada do Pescador, em Juquiá, a história seguiu roteiro parecido. Nanci Muniz iniciou seu negócio há dois anos “com a cara e a coragem”, nas palavras dela. Sem dinheiro em caixa, a pousada precisava de muitas reformas, mas a pandemia piorou ainda mais a situação financeira.

Dentro do Empreenda Rápido, porém, o curso de gestão a auxiliou no dia a dia do negócio, ao mesmo tempo em que os R$ 15,5 mil obtidos de crédito foram suficientes para a reforma necessária e a retomada no faturamento. “Hoje a pousada está linda e o número de clientes dobrou. Consegui o crédito uma semana após o curso, no começo de setembro, e em cerca de 40 dias nós conseguimos concluir a reforma pagando tudo à vista e com ótimos descontos”, conta.

Na cozinha da Dasturca, da chef Ariana Lenti, o caminho foi o da reinvenção. A empreendedora se viu obrigada a pensar em uma alternativa em vista da queda significativa do setor de eventos. No entanto, com o baixo faturamento, como seria possível ter recursos para testar novos produtos em sua remodelagem do negócio?

No início, passou a preparar cardápios especiais para almoços de domingo, mas com a reabertura gradual dos restaurantes, o movimento caiu novamente e precisou repensar mais uma vez, chegando ao cardápio de comida congelada.

“Os R$ 15 mil que conseguimos de crédito estão nos ajudando com o fluxo de caixa necessário para esse novo cardápio de marmitas especiais que estamos trabalhando. Hoje já temos uma boa demanda mesmo sem divulgação, pois as pessoas conhecem a qualidade dos produtos e indicam para os amigos”, explica Sanjai Cardoso, marido de Ariana e responsável pela parte financeira do negócio, que concedia esta entrevista enquanto a chef seguia com a produção, mesmo que, vez ou outra, voltasse sua atenção para os “ingredientes” desta reportagem. “Somos muito agradecidos por essa possibilidade de recurso. Empréstimo a juro zero é coisa de mãe. O Sebrae foi uma mãe para nós”, completa Ariana.

:: Empreenda Rápido – como funciona ::

O programa Empreenda Rápido conta com seis pilares: orientações para formalização; capacitação em gestão; qualificação técnica – cursos do Centro Paula Souza; ferramentas para melhorar a competitividade; acesso a mercado; e acesso a crédito com as menores taxas do mercado.

Para quem está na informalidade, ou buscando uma oportunidade para montar o seu próprio negócio, é possível realizar cursos técnicos, oficinas de finanças e vendas que irão ajudar na estruturação da empresa. O empreendedor também terá acesso a informações importantes sobre como se formalizar de forma rápida, centralizada e sem burocracia, assim como acesso a linhas de crédito feitas sob medida para iniciar suas atividades empresariais.

O Microempreendedor Individual (MEI) que procura melhorar a performance do seu negócio pode escolher entre as três trilhas que o Empreenda Rápido oferece. Cada uma foi criada especialmente para um momento específico do seu negócio. Já as demais micro e pequenas empresas também podem participar do programa com acesso às capacitações modulares direcionadas aos desafios do seu negócio, instruções sobre renegociações de dívidas, regularização, licenças, além de condições especiais de acesso ao crédito e financiamentos feitos sob medida para cada necessidade.

Para outras informações sobre o Empreenda Rápido, basta acessar o site www.empreendarapido.sp.gov.br ou ligar para o Sebrae-SP pelo telefone 0800 570 0800.

Conheça os 10 comportamentos dos empreendedores de sucesso

Captcha obrigatório