5 indicadores de vendas para você lucrar muito!

Quero vender mais

Artigo - 24 de dezembro de 2021

Por Sebrae-SP  | ciclo de venda, CRM, KPIs e dashboards, ticket médio

Você está satisfeito com seu volume de vendas atual? Ou acha que é possível melhorar algumas estratégias, mas não sabe bem no que focar? 

Assim como acontece em vários outros setores do mercado, existe uma série de indicadores de vendas que podem ser utilizados no departamento de vendas para ajudar os empreendedores a identificarem quais processos precisam passar por uma mudança.

Dessa forma, é possível implementar algumas melhorias e fazer ajustes conforme os resultados apresentados pelos indicadores. 

Se você quer melhorar seu faturamento e implementar mudanças que aumentem suas vendas, continue a leitura deste post.

O que são indicadores de vendas e por que utilizá-los em meu negócio?

Indicadores são controles utilizados para medir determinados processos das empresas. A partir do resultado, os gestores conseguem analisar alguns fatores importantes, como número de vendas, quantidade de clientes novos, quantidade de produtos vendidos, valor médio das vendas, faturamento total em determinado período, entre outros. 

São esses resultados que dão ao gestor a visibilidade de processos que não estão indo bem e precisam ser melhorados, ou de estratégias que estão boas e podem ser mantidas. 

Além disso, através dos resultados apresentados, é possível criar novas metas para o futuro, como aumentar as vendas em 10%, ou criar ações para fidelizar clientes, por exemplo.  

Agora que esse conceito já ficou um pouco mais claro, vamos mostrar quais são os 5 principais indicadores de vendas para você implementar no seu negócio.

5 indicadores para melhorar as vendas da sua empresa 

1. Valor médio das vendas

Esse indicador de vendas também é conhecido como ticket médio e indica a média de gastos dos clientes que foram até seu negócio durante determinado período de tempo. Por exemplo, no mês de novembro você recebeu 50 clientes, e o valor total das vendas foi de R$ 5.000,00. Para saber qual o valor médio, é necessário fazer a seguinte conta: 

Valor médio das vendas = Valor total das vendas / Quantidade de vendas

  No exemplo citado acima, o valor médio das vendas é R$ 100,00. Se esse resultado for considerado baixo, é possível criar estratégias para aumentar as vendas, como mais divulgação ou promoções, por exemplo. 

2. Valor do faturamento por produto/serviço

Medir o valor de faturamento em si não é um indicador de vendas muito eficiente, já que, como explicamos detalhadamente neste post, um faturamento alto nem sempre indica um lucro alto também. 

Porém, quando usamos o indicador de vendas para mensurar cada produto ou serviço da carteira do negócio, o resultado pode nos informar quais são os itens mais lucrativos e mais procurados e quais deles não trazem um retorno financeiro significativo. 

A partir deste resultado, o empreendedor pode considerar criar estratégias para levar mais visibilidade a determinado produto ou serviço para melhorar as vendas ou até mesmo tirar esse item do portfólio.

Para fazer este cálculo, é preciso multiplicar o volume de vendas pelo preço por unidade de cada produto ou serviço. Vamos pensar em uma loja de calçados em que determinada sandália feminina custe R$ 100,00. Para saber qual o valor total do faturamento, é necessário multiplicar esse número à quantidade de vendas durante um período específico.

Faturamento por produto ou serviço = Preço por unidade vendida * Período

Se formos considerar o faturamento no período de um mês, e nesse tempo a loja tiver vendido 10 sandálias, o faturamento por produto foi de R$ 1.000,00.

3. Número de clientes

Esse indicador parece simples e talvez até irrelevante, mas se você fizer esse cálculo com frequência e puder comparar os valores a períodos anteriores, é possível ter uma boa ideia da frequência de clientes no seu negócio. A partir do resultado, você pode criar estratégias para aumentar o movimento da empresa e, consequentemente, as vendas.

Nesse caso, é muito importante manter uma planilha de controle de clientes sempre atualizada com os dados de todas as pessoas que frequentam seu negócio. Se você ainda não utiliza essa ferramenta, temos uma gratuita disponível para você. Clique aqui para baixar!

Vamos dar um exemplo para facilitar o entendimento desse indicador de vendas. Voltemos à loja de calçados. Durante o mês de novembro, o empreendedor notou que o estabelecimento recebeu 100 clientes, porém, no ano anterior, a mesma loja recebeu 150.   

Houve uma queda bem grande de visitas. A partir desse resultado, o empreendedor pode analisar o que houve de diferente entre um ano e outro e pensar em soluções para aumentar a presença de clientes na empresa.

4. Número de clientes que compram de novo

Esse indicador de vendas é bem simples de ser utilizado. Assim como o número de clientes, basta ter uma planilha sempre atualizada com as datas das visitas e compras de cada cliente para saber se ele costuma consumir sempre ou se foi uma venda pontual.

Como não é uma novidade entre as pessoas que têm um negócio, melhor do que conquistar clientes novos é manter os antigos. Por isso, pode ser muito positivo criar ações para melhorar o relacionamento da empresa com os clientes, mandando e-mails em aniversários, dando descontos para novas compras, avisando de novos produtos ou serviços antes da divulgação para o público, entre outros.

Se quiser saber um pouco mais sobre como criar uma jornada de encantamento de clientes para melhorar a fidelização, confira este infográfico que preparamos sobre o assunto!

5.Crescimento das vendas

Se você notou que seus resultados no ano atual estão melhores do que nos anos anteriores, mas não sabe como avaliar corretamente, precisa utilizar esse indicador de vendas. 

O primeiro passo é ter em mãos os valores líquidos das vendas. Caso você ainda não saiba como calcular esse número, leia antes o artigo “Todo empreendedor deveria saber: despesa x receita x custo x lucro”

Agora, com os números em mãos, subtraia o valor líquido do ano anterior ao do ano corrente e multiplique por 100. Nesse caso, a expressão fica assim:

(Valor líquido do ano anterior – Valor líquido do ano atual) * 100

Lembre-se que, para esse indicador, é possível usar qualquer período de tempo para identificar o crescimento do negócio. Nós usamos um ano apenas como exemplo.

Esses foram os 5 principais indicadores de vendas para você começar a analisar seu negócio e criar estratégias e metas adequadas aos seus objetivos. Existem vários outros indicadores que podem ser usados, principalmente se você também tem uma empresa virtual, mas, para quem está começando agora, esses 5 já dão uma excelente visão das áreas que precisam de mais atenção e melhorias.