Quero empreender: 5 dicas para iniciar um negócio de sucesso

Quero controlar meu dinheiro

Artigo - 31 de janeiro de 2022

Por Sebrae-SP  | crédito para negócio, iniciar um negócio, planejamento financeiro

A decisão foi tomada, você quer entrar de cabeça no empreendedorismo. Agora, precisa começar a planejar os principais passos para iniciar um negócio, e nós vamos explicar cada um deles a seguir. 

Continue a leitura do post e seja um empreendedor de sucesso! 

1. O formato da empresa define o tipo de investimento 

Bom, com certeza a decisão de iniciar um negócio não surgiu do nada, apenas foi alimentada de acordo com suas vivências: alternativa ao desemprego, insatisfação no emprego atual, ideias originais de negócio, vontade de ter mais tempo com a família, desenvolver uma atividade remunerada que você ame, entre outros. 

Mas você já parou para pensar em que tipo de negócio quer abrir e quanto isso pode custar? Essa decisão vai definir os próximos passos, e alguns deles podem ser mais complexos do que outros.

Microempresa individual

Esse com certeza é o formato mais simples, que vai permitir que você comece seu negócio com pouca burocracia e investimentos baixos ou até nulos. Nesse caso, o primeiro passo é pesquisar entre as Classificações de Atividades Econômicas (CNAE) se a função que você quer exercer se encaixa entre as centenas de opções do formato MEI.

Franquia

As franquias são ótimas opções para quem quer começar a empreender um negócio. Esse formato de empresa já tem uma história no mercado e traz consigo um plano de negócios pronto e adaptado, assim como a experiência de pessoas que já estiveram no mesmo lugar que você e estão progredindo.

Existem opções de franquias de todos os tamanhos, investimentos e setores. Se é através de uma franquia que você quer iniciar um negócio, vale a pena fazer uma pesquisa para escolher a opção que melhor se encaixa nos seus objetivos. Além disso, existem feiras e eventos dedicados ao tema. Pode ser interessante participar e conhecer novas marcas e experiências.    

Simples Nacional

Se sua ideia de negócio não se encaixa no regime MEI e você não se interessa por franquias, é possível abrir uma empresa Simples Nacional. Esse também é um regime tributário simplificado, como as microempresas individuais, mas engloba também as Empresas de Pequeno Porte (EPP) e pequenas empresas, além de ser um pouco mais burocrático. Assim como no caso das franquias, a necessidade de investimento vai depender de inúmeros fatores, como aluguel, direitos trabalhistas, salários, matéria-prima, maquinário, entre outros.

Faça uma pesquisa sobre os benefícios de abrir uma empresa Simples Nacional, descubra se a atividade da sua empresa se enquadra nas CNAEs e siga os passos para formalizar seu negócio.  

2.Calcule a necessidade de investimento e escolha a melhor linha de crédito

Exceto para quem optou por iniciar um negócio individual, que não precisa de um grande investimento inicial, outros tipos de empresa precisam de capital para começar a operar. É claro que algumas pessoas juntam dinheiro com esse objetivo, ou usam o ressarcimento de empregos anteriores para aplicar no novo negócio, mas, se esse não for o seu caso, o crédito é uma ótima saída. 

Antes de ir até as instituições financeiras, não se esqueça de se organizar para mostrar aos credores que você está preparado para honrar suas dívidas. Nesse caso, criar um plano de negócios que desenvolva sua ideia e mostre um planejamento financeiro a longo prazo pode convencer as instituições da seriedade do seu compromisso.   

Depois disso, pesquise as melhores linhas de crédito para MEI ou PME. Existem tipos diferentes para cada necessidade, como financiamento, microcrédito, crédito para capital de giro, entre outros. Além do financiamento que vem das instituições financeiras, existe a possibilidade de fazer contatos e encontrar investidores ou parceiros que acreditem na sua ideia e queiram investir na sua proposta. Toda ajuda é válida!

3.Entenda quem é seu público e o que ele espera

Você iniciou um novo negócio. Se ele for uma franquia, algumas pessoas já vão conhecer sua marca e começar a frequentar o estabelecimento. Contudo, sendo uma novidade, você precisa entender seu público para chamar a atenção dele. 

É fundamental para qualquer empreendedor estudar seu público-alvo e sua concorrência para entender o que está dando certo para as outras empresas do ramo e o que o público que frequenta sente falta para buscar seu próprio diferencial.

Você descobriu que na sua região existe um grande número de idosos? Que tal oferecer serviços de manicure e pedicure a domicílio? Ou, se você notou que na região tem muitas academias, pode ser bem positivo incluir entre os produtos que você vende roupas ou calçados próprios para atividades físicas, por exemplo.

4.Não se esqueça do poder do Marketing Digital

O Marketing Digital é outra estratégia que exige pouco investimento financeiro, mas que traz um retorno muito bom e em pouco tempo. Mas não precisa ser especialista no tema para investir nisso, existem empresas que fazem esse tipo de serviço para você. Além disso, no portal do Sebrae nós temos inúmeros cursos e conteúdos que falam sobre o tema e podem ensinar você a criar seu próprio planejamento de Marketing Digital. Uma ótima oportunidade de expandir seus conhecimentos e ajudar seu negócio a conquistar mais clientes e aumentar as vendas. 

5.Fique sempre atento à gestão financeira

Iniciar um negócio é só o primeiro passo. O verdadeiro desafio é mantê-lo saudável para enfrentar todas as adversidades que vão aparecer no caminho. 

Nossa dica é: NUNCA, de maneira alguma, deixe a gestão financeira de lado. Apesar de todas as funções e atividades que você vai exercer, essa é a principal, e deve ser priorizada. 

Estude todos os indicadores financeiros e faça os cálculos para descobrir o ponto de equilíbrio do seu negócio, sempre mantenha o capital de giro reservado para cobrir emergências e use as informações do seu fluxo de caixa para prever cenários futuros e saber lidar com os meses de baixo faturamento. São esses mesmos dados que vão servir de apoio para seus projetos de melhorias e expansão.

Essas foram as dicas de hoje para você que quer iniciar um negócio. Continue lendo o blog para mais conteúdos sobre empreendedorismo!