O que é o Pix e como ele vai fazer parte do seu negócio

Quero vender mais

Artigo - 21 de outubro de 2020

Por Sebrae-SP  | Banco Central, Pagamento Digital, Pix

Um dos assuntos do momento é o Pix, nova plataforma de pagamentos digitais sancionada pelo Banco Central. Essa tecnologia promete mudar todas as transações financeiras no país, tornando processos de recebimento e envio de valores muito mais rápidos e práticos para todos. O Pix vai passar a fazer parte do dia a dia dos pequenos negócios, então é muito importante saber como essa novidade vai funcionar.

Como funciona o Pix?

A ideia do Pix é transformar algumas transações bancárias em operações instantâneas. Para que isso aconteça, o sistema começou, em 5 de outubro, a fazer os registros das chaves utilizadas nas operações. Essas chaves são o código que ficará atrelado a alguma informação das pessoas e estabelecimentos, como CPF/CNPJ, e-mail ou número de celular. A função estará disponível a partir do dia 16 de novembro e os bancos vão disponibilizar em seus aplicativos a opção de realizar pagamentos utilizando o Pix.

Quando for realizar algum tipo de pagamento entre pessoas físicas, quem vai receber o dinheiro informa para quem irá pagar uma daquelas informações que estarão cadastradas com a chave do Pix. Quem for pagar abre o aplicativo de seu banco, acessa a parte referente ao serviço do Banco Central, informa o valor e os dados de quem vai receber. Pronto! A estimativa é de que o dinheiro esteja disponível para pessoas em até dez segundos após a operação.

O Pix em seu negócio

Não são apenas pessoas físicas que poderão aproveitar essas facilidades. O Pix também estará disponível para o cadastro de pequenos negócios, incluindo os MEIs. Porém, é sabido que, ao contrário da gratuidade para CPFs, o uso dessa função por CNPJs irá gerar uma taxa pela utilização dos serviços.

Para os negócios e empresas, o uso do Pix funcionará da seguinte maneira:

  1. Seu negócio gera um QR Code com o valor que o cliente deve pagar;
  2. O cliente utiliza o celular para fazer a leitura desse QR Code, autentica e confirma a transação;
  3. O dinheiro é creditado na conta bancária de sua empresa que estará cadastrada no Pix;
  4. Você pode movimentar esse valor em sua conta bancária.

 

Segurança no Pix

A promessa é de que toda essa facilidade do Pix será também muito segura. As transações do Pix são protegidas pela lei de sigilo bancário, da mesma forma que os TEDs e DOCs. Além disso, os dados também ficarão guardados pela jurisdição da Lei Geral de Proteção de Dados, quando ela entrar em vigor.

Mesmo assim, tome cuidado para não cair em golpes. Sempre cheque os links de cadastro e certifique-se de que as operações estão sendo feitas em um ambiente seguro disponibilizado pelo aplicativo do seu banco.

Saiba como organizar o fluxo de caixa do seu negócio

Captcha obrigatório