Pizza é a comida mais desejada no delivery, diz pesquisa

Quero ser mais competitivo no meu setor

Artigo - 20 de maio de 2020

Por Sebrae-SP  | Alimentos e Bebidas, Comida, Delivery

Pizza, hambúrguer e comida brasileira são as preferências do consumidor de delivery, de acordo com o levantamento “Alimentação na pandemia – como a Covid-19 impacta os consumidores e os negócios em alimentação”, realizada pela consultoria especializada em food service Galunion, em parceria com o Instituto Qualibest.

Na categoria comida tipicamente brasileira, entram arroz, feijão, frango, estrogonofe, bife, farofa e batata frita, ou seja, um clássico PF (Prato Feito).

Segundo o levantamento, 67% dos consumidores desejam pedir pizza, 47% hambúrguer e 44% comida brasileira. Na sequência aparecem sanduíches (41%), massas (39%), grelhas/churrasco (36%), doces e bolos (32%) e salgados (31%). A lista segue com outras respostas. Os entrevistados poderiam escolher mais de uma opção.

Desde o início da quarentena no Estado de São Paulo e em outras localidades, o delivery tem sido a alternativa dos estabelecimentos de alimentação para manter o faturamento. Mas, mesmo com a demanda em alta por esse tipo de serviço, principalmente por uma questão de necessidade, o dono do negócio não pode deixar a qualidade cair.

Por isso, talvez seja preciso repensar o seu cardápio para adequá-lo à uma entrega de qualidade. Você pode definir um cardápio específico para o delivery, excluindo algumas opções.

A ideia é que tenha um cardápio dos seus principais produtos e que o mesmo suporte o tempo de transporte e chegue com qualidade na casa do cliente.

Apesar do resultado geral da pesquisa, é preciso conhecer o seu público. Isso porque, a mesma pesquisa apontou que, se consideramos apenas os jovens (18 a 23 anos) a preferência já seria pelo hambúrguer.

E se considerarmos a classe A, aumenta a preferência por peixes, frutos do mar, culinária étnica (japonesa, chinesa, indiana, árabe, por exemplo) e vegetariana/vegana.

Por isso, o planejamento será sempre uma peça chave. O primeiro passo, portanto, é avaliar o quanto o serviço de delivery pode ser usado de forma estratégica para sua empresa e seus clientes.

Outro ponto de atenção são as embalagens. Uma embalagem inadequada pode prejudicar a apresentação do seu produto e impactar negativamente no relacionamento com o seu cliente. Lembre-se que neste momento, mesmo que você esteja distante fisicamente do seu consumidor, o seu relacionamento com ele continua seguindo as mesmas regras, e agora está concentrado no que você está enviando para a casa dele.

A pesquisa revelou outro ponto importantíssimo neste cenário de pandemia. Pela primeira vez, o consumidor está mais preocupado com a higiene e limpeza do que com o sabor e o preço.

No delivery, portanto, preferem embalagens que possam ser higienizadas e nas redes que oferecem brinde como o sache de álcool em gel.

A forma como a comida é preparada e a maior preocupação para 56% dos entrevistados. Seguida por como é embalada (19%), Como é transportada (17%) e 8% disseram não se preocupar com nada.

Assim, procure também formas de pagamento em cartão de crédito e débito e outras que não envolvam dinheiro – por causa do risco de contágio -, como transferências bancárias,aplicativos fintech como o Pic Pay, entre outros.

A pesquisa foi realizada entre 2 e 6 de abril de 2020. Foram feitas 1.086 entrevistas com homens e mulheres das classes A, B e C. A grande maioria – 96% – estão em cidades com quarentena. 83% se encontram em isolamento social, 14% continuam trabalhando presencialmente em áreas que não da saúde e 3% atuam na área da saúde.

Quer saber mais sobre delivery? Acesso AQUI o e-book sobre tema preparado pelos consultores do Sebrae-SP.

Você também pode conferir a íntegra da live sobre o assunto:

Para quem busca atendimento, o Sebrae-SP está funcionando 100% remoto e digital, com novas ferramentas e capacitações a distância. É possível falar com um consultor pelo telefone 0800 570 0800 ou buscar informações no portal sebraesp.com.br.

Já quem quer aproveitar o período para fazer cursos online, há 117 opções gratuitas disponíveis no endereço ead.sebraesp.com.br.

O Sebrae-SP está realizando transmissões ao vivo diariamente às 17h com seus consultores via Facebook  para tirar as dúvidas dos empreendedores de diferentes segmentos, entre eles crédito e renegociação de contratos. Participe!

 

Receba conteúdo exclusivo sobre como inovar nas PMEs cadastrando-se aqui:

Captcha obrigatório