Por onde começar a transformação digital no setor imobiliário

Quero expandir meu negócio

Artigo - 10 de maio de 2020

Por Sebrae-SP  | Inovação, Transformação digital

No setor imobiliário, em que o “cara a cara” conta muito, os negócios migram cada vez mais para o ambiente digital. Graças a soluções inovadoras trazidas por diversas startups nos últimos anos, corretores, imobiliárias e consumidores têm a oportunidade de traçar uma jornada 100% online para compra e aluguel de imóveis.

O consultor do Sebrae-SP Marcus Vinícius de Oliveira Leite, ressalta que a transformação digital é um caminho natural para ajudar as empresas a economizar tempo e ganhar agilidade.

“Veja o caso do mercado imobiliário: por que o consumidor precisa gastar tantas horas do seu dia, passar em mais de um cartório para pegar matrícula do imóvel, autenticar assinatura se a tecnologia já permite que se faça tudo virtualmente e de maneira segura? As startups atuam na dor do cliente, com desburocratização, agilidade e acesso à informação”, avalia.

Mas por onde começar a digitalização?
A necessidade de vender online, sentida por muitos empreendedores desde o início da pandemia de covid-19, pode ser uma oportunidade para que os negócios realizem a sua transformação digital.

“Mudamos a forma como buscamos informação. Agora as pessoas leem opiniões em blogs e canais do YouTube, mídias sociais e acessam sites como o ‘Reclame Aqui’”, afirma o consultor do Sebrae-SP Hugo Hoch. Para os pequenos negócios que ainda não investiram na presença online, ele orienta sobre como começar.

Mídias Sociais
Facebook, Instagram e WhatsApp Bussiness são excelentes ferramentas para relacionamento com o cliente e para anunciar produtos e fechar negócios.

Porém, é importante entender: essas ferramentas não devem ser usadas apenas como catálogo, mas sim como uma maneira de conhecer melhor seu cliente, seus gostos e preferências.

É preciso ter conteúdo de qualidade postado com frequência regular, investir em impulsionamento de publicações e analisar as métricas para saber como está seu desempenho.

Tenha seu site
A página na web funciona como o seu endereço virtual. É essencial para conseguir ser encontrado por potenciais clientes e marcar presença na web.

Quando uma pessoa busca um produto ou serviço, ela usa ferramentas como o Google. Por isso, é importante ter um site próprio, ele é o seu cartão de visitas virtual.

Monte seu e-commerce
As redes sociais não têm como objetivo principal fazer vendas. Para vender, é importante ter seu próprio e-commerce ou usar algum marketplace.

Esses locais disponibilizam recursos para que o empreendedor possa fazer uma venda segura para ambos os lados.

Na edição de maio do Jornal de Negócios, você pode conferir histórias de startups do mercado imobiliário que mostram que mesmo setores tradicionais podem fazer a necessária transformação digital.

Para quem busca atendimento, o Sebrae-SP está funcionando 100% remoto e digital, com novas ferramentas e capacitações a distância. É possível falar com um consultor pelo telefone 0800 570 0800 ou buscar informações no portal sebraesp.com.br.

Já quem quer aproveitar o período para fazer cursos online, há 117 opções gratuitas disponíveis no endereço ead.sebraesp.com.br.

O Sebrae-SP está realizando transmissões ao vivo diariamente às 17h com seus consultores via Facebook  para tirar as dúvidas dos empreendedores de diferentes segmentos, entre eles crédito e renegociação de contratos. Participe!

Receba conteúdo exclusivo sobre Redes Sociais cadastrando-se aqui:

Captcha obrigatório