Setor turístico deve fazer do marketing digital o seu melhor agente de viagens

Quero minha empresa na internet

Artigo - 5 de fevereiro de 2020

Por Sebrae-SP  | Marketing Digital, Turismo

Qualquer que seja o porte da sua empresa, não basta ter CNPJ, é preciso existir também no mundo digital. O mais indicado para uma presença relevante é definir uma estratégia de marketing digital, ou seja, todos os esforços do marketing feitos em ambiente online.

A presença virtual da sua empresa não precisa necessariamente ser com um site (dependendo do perfil do negócio, é importante ter um), pode ter relevância também por meio de perfis nas redes sociais, como uma página no Facebook, Instagram, Pinterest, um canal do Youtube, um blog e até mesmo o velho e-mail marketing ou o canal do momento, um podcast.

Por meio do marketing digital, é possível ter mais interação com os seus clientes, comunicar promoção de produtos e serviços, personalizar a comunicação e, o que todos buscam, acesso a dados sobre compras e comportamento do consumidor.

De acordo com a última pesquisa Webshoppers, feita pela Ebit|Nielsen, as redes sociais são o segundo maior motivador de compras dos mais de 58 milhões de consumidores online, sendo o Facebook a principal delas. Não a toa, a pesquisa revelou também que 96,2% das empresas estão presentes nas redes sociais, sendo os segmentos mais fortes o de perfumaria, cosmético, saúde, moda, casa e decoração.

Mas quando se fala em faturamento com e-commerce, os principais impulsionadores dos R$ 133 bilhões registrados pelo segmento de compras online em 2018 foram os segmentos de lazer e marketplaces (como Mercado Livre). Na categoria lazer, passagem aéreas, reservas de hotéis e pacotes e locação de veículos são as principais compras. Ainda de acordo com a Webshoppers, o que reforça o amadurecimento do consumo de bens não-duráveis são as compras ligadas ao entretenimento e serviços de turismo.

A pequisa da Ebit|Nielsen, consultoria especializada em varejo e comércio online, indica ainda que “o e-commerce deve ser pauta nas definições das estratégias para o seu negócio”, diz o documento, que destaca para o empreendedor as seguintes ações para otimizar seus negócios online:

– Experiência do consumidor
A relação do seu cliente com os seus canais deve ser simples, fácil e rápida.

– Sortimento/mix
Entender quais produtos ou serviços explorar no canal online.

– Reputação
Da primeira busca do consumidor ao pós-venda, cada ação impacta na percepção do consumidor com sua marca.

– Multicanais complementares
Lembrando que suas operações online e offline são complementares, não concorrentes, e devem manter o mesmo perfil e qualidade.

Há uma série de ferramentas para otimizar a presença digital da sua empresa e também para relatórios de dados da performance da marca e do comportamento dos consumidores nos diferentes canais. As ferramentas têm custo acessível e ajudam, por exemplo, a destacar sua empresa nas buscas feitas no Google ou Bing por meio de links patrocinados ou uso técnicas de otimização de buscas conhecida como SEO (Search Engine Optimization) que também podem impactar nas buscas dos consumidores.

Uma vez que seus clientes te encontrem no ambiente digital, é fundamental que você seja atrativo, assim como a vitrine de uma loja, e que sua presença digital tenha comunicação clara, objetiva, dentro dos valores da sua marca e consistente com seus propósitos. Além disso, abuse de recursos visuais com design, foto ou vídeo.

Outra forma de valorizar seu conteúdo é inserir depoimentos de clientes e destacar produtos ou serviços mais procurados. Vale também seguir os influenciadores da área do turismo que podem dar uma direcionamento na sua estratégia de marketing e, claro, identificar as tendências.

No caso do setor de turismo, os meios online são o principal canal para informações e pesquisa e até mesmo compra de produtos e serviços relacionados. Os produtos e serviços da área do turismo confere grande vantagens no marketing digital, já que lida com algo positivo, desejado por muitos, com apelo emocional e de indulgência, além de contar com belas paisagens que ajudam a trabalhar o engajamento por meio da imagem. Com as ferramentas de dados e análises, é possível saber o que tem melhores resultados com quais públicos. Aproveite essas informações para direcionar a sua comunicação.

Atenção!
Lembre-se que ao vender algo pela internet, você deve comunicar:
– valores e condições de pagamento
– validades e garantias
– descritivo comercial e técnico
– regras e regulamentações

Quer saber mais sobre marketing digital no segmento turismo? Acompanhe nesta quinta-feira (06/02), às 17h, a live com a consultora de negócios do Sebrae-SP Juliana Berbet que será transmitida na página no Facebook e no canal do Youtube do Sebrae-SP.

A consultora vai falar sobre as principais ações de marketing para o segmento e apontar ferramentas para análise de resultados. Participe e mande suas dúvidas!

Receba conteúdo exclusivo sobre Marketing Digital cadastrando-se aqui:

Captcha obrigatório